quinta-feira, 25 de abril de 2019

Orquestra Opus convida Flávio Venturini

Apresentação acontece no dia 10 de maio no Sesc Palladium
Foto:Rafael Motta
A Orquestra de Câmara Opus abre a programação 2019 do projeto “Orquestrando Brasil”, recebendo Flávio Venturini para um concerto que apresentará cerca de 15 conhecidas canções imortalizadas na voz do cantor e compositor mineiro, todas com com arranjos especiais, sendo a maioria do maestro Leo Cunha, diretor musical e fundador da Orquestra Opus. A apresentação será no dia 10 de maio (sexta-feira), às 21h. Ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Sesc Palladium ou pelo site www.ingressorapido.com.br , com valores entre 35 e 120 reais.
“A experiência de trabalhar ao lado do Flávio é muito rica e tem me proporcionado descobertas incríveis quando posso entrar na sua obra para escrever os arranjos. Nesse “mergulho”, eu tenho a oportunidade de conhecer a sua musicalidade e até mesmo a forma de pensar suas harmonias. Tudo isso, como se não bastasse o prazer de conduzir a Orquestra com esse repertório que fez e faz parte de importantes momentos da minha vida”,  conta Leonardo Cunha.
Dentre as músicas selecionadas para o repertório estão Criaturas da noite, Clube da Esquina II, Céu de Santo Amaro, Espanhola, Sol de Primavera, Noites com sol, Planeta Sonho, Linda Juventude e muitas outras que com certeza o público cantará junto.
ORQUESTRA DE CÂMARA OPUS
Desde 2006, a Orquestra de Câmara Opus apresenta o projeto “Orquestrando Brasil” realizando apresentações em mais de cem cidades de oito estados brasileiros. Em 2007, este projeto resultou na gravação de um CD cujo repertório foi escolhido a partir das músicas de maior identificação do público nas apresentações da orquestra. A partir do lançamento do CD “Orquestrando Brasil”, a Orquestra de Câmara OPUS foi convidada a apresentar-se fora do país, alcançando projeção internacional. Em 2011, a OPUS realizou quatro concertos no Peru – Lima e Cuzco – e também na Europa, em 2012, com quatro concertos na Alemanha – Munique, Potsdam e Berlim – e França – Paris. As apresentações levaram um pouco do trabalho da Orquestra para outros países e culturas representando com orgulho a beleza e riqueza da cultura brasileira.
Também em 2011, a OPUS registrou peças de compositores britânicos em seu segundo CD. Neste álbum, a Orquestra gravou obras tradicionais do repertório camerístico escrito para orquestra de cordas, pelos compositores E. Elgar, G. Holst e B. Britten.
Entre os artistas convidados que se apresentaram com a Orquestra OPUS estão: Dado Villa-Lobos, Guilherme Arantes, Fafá de Belém, Milton Nascimento, Flávio Venturini, Daniela Mercury, Ana Carolina, Maria Gadú, Nando Reis, Sandra de Sá, Sá & Guarabyra, Derico Sciotti (Saxofonista do Programa do Jô), Ulla Benz (violino/Alemanha), Jasmin Gottstein (flauta/Alemanha), Márcio Carneiro (Violoncelo/Suíça), Knut Andreas (maestro/Alemanha) e Jitka Hosprová (viola/República Tcheca).
As orquestras de câmara são, por conceito, compostas por um número reduzido de músicos e instrumentos que as orquestras sinfônicas e filarmônicas. As orquestras de câmara foram criadas, tradicionalmente, para apresentações em locais menores e públicos reduzidos, mas não menos exemplar.
Orquestra de Câmara OPUS convida Flavio Venturini
Classificação: Livre
Data/horário: 10 de maio (sexta-feira), às 21h
Local: Sesc Palladium - Av. Augusto de Lima, 420 - Centro, Belo Horizonte
Ingressos: de R$ 35,00 a R$ 120,00
Venda: www.ingressorapido.com  e bilheteria do teatro
Informações: (31) 3270-8100

Nenhum comentário:

Postar um comentário