segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Exclusivo


Por: Ricardo Bello

Nos anos 80, o grupo Trem da Alegria fez muito sucesso entre adultos e crianças. Luciano, Juninho Bill, Patrícia Marx e outros integrantes que passaram pelo conjunto levavam o público ao delírio.

Em shows ou na TV, eram um verdadeiro fenômeno. Todo mundo queria saber um pouco mais sobre os meninos e meninas que cantavam os hits " Piuí Abacaxi", "Fera Nenem" ou " He-man". Conversamos com o cantor Luciano Nassyn, que hoje se apresenta com sua banda pelo Brasil afora.

Ele nos fala com exclusividade sobre sucesso, esclarece que não é irmão de uma ex-integrante do grupo (como muitos fãs pensavam, inclusive este repórter que vos escreve) e comenta outros assuntos. Confira esta divertida entrevista:

Revista de Cultura - Luciano, se houvesse o convite de reunir o "Trem da Alegria" para um show ou até mesmo uma turnê. Você aceitaria?

Luciano Nassyn - Sim. Aceitaria sim. Sempre bom rever amigos e relembrar velhos tempos!

Revista de Cultura - Como era o assédio da criançada na época do grupo? Conseguia ir a lugares, shoppings, escola, normalmente ou precisava de apoio?

Luciano Nassyn - Ah, era bem difícil... Mas sempre havia um jeitinho pra tudo. Eu nunca me incomodei com o assédio... Pelo contrário! (risos)

Revista de Cultura - Na sua família, além de você e a Patrícia Marx, há outros artistas?

Luciano Nassyn - Mas a Patrícia não era da minha família... Apenas bons amigos. Sim, meu pai era cantor e minha mãe também.

Revista de Cultura - Que tipo de música você gosta de ouvir em casa?

Luciano Nassyn - Sou bastante eclético. Gosto desde Enya a Iron Maiden...

Revista de Cultura - Nas horas vagas você costuma navegar na internet, visitar Orkut etc?

Luciano Nassyn - Sempre! Adoro conversar com amigos, mandar mensagens de positivismo para todos! E faço questão de responder. Não deixo que ninguém faça isso por mim. Se um dia eu não tiver tanto tempo para tal, eu arrumo! (risos)

Revista de Cultura - Você ainda tem contato com os outros integrantes do Trem da Alegria?

Luciano Nassyn -Sim! Principalmente com o (Juninho) Bill e o (Rick) Bueno.

Revista de Cultura - Você ja pensou em seguir carreira internacional também?

Luciano Nassyn - Acho que todos pensam, né? (risos) Mas, primeiro quero que meu País me dê o "Veredicto" de minhas canções...

Revista de Cultura - Alguns cantores recebem convites para atuar em novela, filmes etc. Já fez algum trabalho deste tipo?

Luciano Nassyn - Antes do Trem da Alegria fiz muitos comerciais pra TV, uns 200 comerciais. Fiz peça de teatro com Ruth Escobar, novela pelo SBT, Globo, seriados, filme de cinema.

Revista de Cultura - Defina o Luciano Nassyn com uma frase

Luciano Nassyn - "Um algo além"

Revista de Cultura - O espaço é seu. Mande um recado, um alô para alguém, enfim...fique à vontade:

Luciano Nassyn- Muito obrigado pela oportunidade! Fico imaginando, se um dia, por todos os dias, pudessemos trocar um pouco de luz uns com os outros? Formaríamos um lindo círculo de luz infinita! E nada de mau poderia penetrar! Foi isso que o Grande Mestre quis dizer na frase : "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei"... Um universo de luz para todos vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário