segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Agnaldo Rayol com orquestra e coral no Sesc Palladium

A programação musical durante o mês de outubro no Sesc Palladium (av. Augusto de Lima, 420 / Rua Rio de Janeiro, 1046 - Centro - Belo Horizonte) reserva diversas atrações para o público que não abre mão de qualidade. O centro cultural, um dos mais importantes do país na atualidade, segue privilegiando convidados que representam diferentes segmentos artísticos tornando o roteiro cultural da capital mineira cada vez mais rico.

Um dos grandes destaques da programação de outubro é o show ‘Agnaldo Rayol 60 anos depois’, um espetáculo com orquestra e coral que reúne sucessos de todos os tempos entre clássicos da canção brasileira e internacional. Hoje, com mais de 50 discos gravados, o cantor já garantiu seu cantinho de honra na música brasileira. A apresentação será no dia 12 (sexta-feira), no Grande Teatro, a partir das 19h. Os convites para a plateia I custam R$ 120 (inteira); plateia II 100 (inteira) e plateia III R$ 80 (inteira).

Confira abaixo outros destaques da programação musical do mês e venha para o Sesc Palladium!

11 e 25/10: Salve o compositor!

A primeira edição do mês será no dia 11. Comemorando dez anos de carreira, o músico e premiado compositor de trilhas sonoras Barulhista, traz ao palco do Teatro de Bolso uma retrospectiva de sua trajetória  autoral tanto nas artes cênicas e no cinema, quanto em outras mídias. Com treze álbuns lançados em mais de dez países, vários deles em diversas listas de melhores do ano, o músico apresenta uma odisseia sonora que transita pelo universo da música eletrônica e experimental, o que o artista chama de ”Música para dançar sentado”.

A segunda edição será no dia 25. Trata-se do show de lançamento do 1º volume do CD autoral “Cada um é o mundo”, na voz do compositor Murilo Santiago. O CD dá sequência a trilogia inaugurada com o trabalho intitulado "O mundo é cada um". O novo trabalho apresenta ritmos, gêneros, instrumental e cenários brasileiros, em vertentes diversas, com cuidadosos arranjos, que o show captura e renova. A direção musical é de Thiago Nunnes. Também no Teatro de Bolso, a partir das 20h.

Para ambos os ingressos custam a R$ 20 (inteira).

13/10: Minhas primeiras canções – Show de lançamento do DVD da Cia. Pé de Moleque

No ano de 2016 a Cia Pé de Moleque, em um trabalho de pesquisa de repertório, deparou-se com o LP “Canções para crianças de 6 a 60”, gravado em 1969 pelo Trio Irakitan, trabalho que apresenta canções tradicionais da cultura infantil brasileira em arranjos primorosos, característica marcante desse grupo potiguar que teve o início dos seus trabalhos na década de 1950. Esse trabalho não mais foi lançado em outras mídias. Daí surgiu o desejo de resgatar esse repertório e acrescentar outras canções tradicionais da cultura infantil brasileira. Um repertório para crianças e adultos cantarem e brincarem juntos. Será no Grande Teatro, a partir das 16h. O convite para a plateia I, II e III custa R$ 20 (inteira). 

14/10: Domingos Clássicos

O mundo de sonhos de ‘O pequeno Príncipe’ serve como fonte de inspiração para o novo espetáculo da Orquestra Ouro Preto, escrito pelo Maestro Rodrigo Toffolo. Em parceria com grande elenco, a Orquestra estreia ‘O Pequeno Príncipe’. Baseado na obra de Antoine de Saint-Exupéry e com música original de Tim Rescala, o espetáculo explora a linguagem do Teatro de Bonecos, contando a história do personagem imortalizado na literatura mundial, criando um universo único. Será no Grande Teatro, a partir das 11h. O convite para a plateia I, II e III custa R$ 20 (inteira). 

19 e 20/10: Festival Internacional de Acordeon

A quinta edição do Festival Internacional de Acordeon reunirá grandes acordeonistas de várias nacionalidades. Argentinos, russos, italianos e brasileiros subirão ao palco para mostrar os mais diversos gêneros e a versatilidade deste instrumento tão rico em possibilidades. O Festival Internacional de Acordeon é uma realização do músico Célio Balona e da Veredas Produções.

A abertura do projeto ocorre no dia 18. Nesta data o Festival Internacional de Acordeon apresenta, no Foyer Rio de Janeiro, o “Esquenta Festival Internacional de Acordeon”, com o Grupo Chama Chuva. De 12h00 às 13h30.                        

No dia 19 o projeto apresenta, no Grande Teatro, Lulinha Alencar e Mestrinho • ToCantE (RN.SE/Brasil) e Aldo Taborda Quarteto (Argentina). A partir das 20h.                                                      

No dia 20 o projeto apresenta, ainda no Grande Teatro, Edouard Akhanov (Rússia); Célio Balona que convida Nivaldo Ornelas e Wagner Tiso com participação de Milton Ramos (MG/Brasil), além de Renzo Ruggieri e Claudio Filippini (Itália). A partir das 20h.
                                                                       
Também no dia 20, às 11h, haverá um workshop sobre o instrumento, no Teatro de Bolso, voltado para músicos, alunos de música e público em geral. Com curadoria de Célio Balona e Rosemarie Pidner. A participação é gratuita e a retirada dos ingressos deve ser feita uma hora antes do início. Sujeito a lotação do espaço.

A entrada para os shows no Grande Teatro nas plateias I, II e III custa R$ 20 (inteira). 

*Os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes têm 60% de desconto no valor das inteiras.

Informações sobre o evento (público): (31) 3270-8100

Nenhum comentário:

Postar um comentário