quinta-feira, 11 de julho de 2019

Trio de cordas Villani-Côrtes se apresenta gratuitamente em Belo Horizonte

Repertório vai do clássico ao popular e emociona o
público - Foto: Divulgação
Na terça-feira (30), o projeto “Allegro Vivace” recebe o trio de cordas Villani-Côrtes, a convite da pianista e diretora artística do projeto, Myrian Aubin. O trio, que é referência em música de câmara em Belo Horizonte, fará apresentação especial e gratuita, às 20h, no auditório do Hospital Mater Dei.
Composto por integrantes da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais - João Carlos Ferreira (viola), a sérvia Jovana Trifunovic (violino) e Eduardo Swerts, (violoncelo), o Trio Villani resgata obras de consagrados compositores brasileiros, como do próprio Edmundo Villanni-Cortês, Cláudio de Freitas e Heitor Vila Lobos, com a combinação de violino, viola e violoncelo. O trio de cordas é, ao lado do trio com piano, do quarteto de cordas e do quinteto de sopros, uma das instituições musicais de maior importância na história da música.
“O Trio Villani tem um repertório que vai do clássico ao popular. É uma grande contribuição para a música de câmara brasileira e, especialmente, mineira, já que homenageiam compositores tão importantes do nosso cenário”, destaca Myrian Aubin.
 ·         Data: terça-feira, 30 de julho de 2019 – Apresentação aberta ao público
·         Horário: 20h
·         Local: Hospital Mater Dei – Rua Gonçalves Dias, 2.700 - Auditório José Helvécio de Souza (1º sub-solo) BH/MG
·         Entrada gratuita, necessário somente apresentação de carteira de identidade.
·         Instagram do projeto: @allegro_vivace_recitais
Sobre o projeto Allegro Vivace
Realizado no Hospital Mater Dei desde 2013, o projeto “Allegro Vivace” tem como objetivo ampliar o acesso da comunidade a apresentações de música erudita e humanizar o tratamento de pacientes que enfrentam a dura rotina hospitalar. “Além das apresentações especiais, que ocorrem no auditório e são abertas ao público, temos diariamente um trabalho muito bonito de músicos que se revezam para tocar e levar alegria aos pacientes”, explica Myrian.
Ela explica que os pacientes que não têm condições de se deslocar até o local da apresentação podem assistir do quarto, através da TV. Segundo ela, são nítidos os benefícios da música no ambiente hospitalar. “É um ambiente difícil por si só. A música ajuda a humanizar o tratamento e torna a rotina menos pesada para pacientes, acompanhantes e profissionais do hospital”, diz.
Sobre Myrian Aubin
Pianista mineira, Myrian Aubin é graduada em música\piano pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre em música pela mesma universidade e doutorado em História. Atua como diretora artística da série de recitais "Allegro Vivace", projeto aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e realizado no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. O projeto tem como objetivoincentivar a interação da comunidade com a música erudita e usar a arte como forma de humanizar o ambiente hospitalar.
Sobre o Trio Villanni-Cortês
Composto pelos músicos Jovana Trifunovic, João Carlos Ferreira e Eduardo Swerts, e homenageia um dos mais importantes compositores do Brasil, Edmundo Villani-Côrtes, natural de Juiz de Fora. Desde 2013, propõe uma iniciativa inédita: entre tantos quartetos de cordas e trios com piano existentes, ser no Brasil uma referência na execução e na divulgação de obras para o trio de cordas.
Com o compromisso de afirmar a nova linguagem da Música Erudita Contemporânea Brasileira e Mineira, lançou em 2017 o álbum Três Tons Brasileiros, trazendo duas encomendas e estréias mundiais para compositores brasileiros, Edmundo Villani-Côrtes e Claudio de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário