sábado, 1 de setembro de 2018

10 anos do Circovolante - Encontro Internacional de Palhaços

Evento diverte crianças e adultos com as performances
Foto: Naty Torres
Muito riso, muita alegria e mais de cem palhaços estarão nas praças e ruas de Mariana (MG) para comemorar a décima edição do Circovolante – Encontro Internacional de Palhaços. De 6 a 9 de setembro, a paisagem barroca da cidade histórica ganha o colorido da arte circense que, ao longo de 10 anos, recebe de braços abertos mais de uma centena de palhaços brasileiros e estrangeiros, com variados formatos de espetáculos, shows musicais e rodas de conversa, todos gratuitos.

“O tempo passou em um piscar de olhos. Começamos pequenos, sem imaginar o tamanho e a dimensão que o Encontro de Palhaços iria ganhar. Ao longo dos anos conquistamos novos parceiros, patrocinadores e, principalmente, estabelecemos uma relação de grande cumplicidade com a população de Mariana. Atualmente, a comunidade considera o Encontro como a grande festa da cidade, um dos eventos mais esperados pela população e por turistas”, diz Xisto Siman, palhaço e um dos diretores e idealizadores do evento.

Um momento singular, como se fosse uma pré-estreia, acontece na noite de 5 de setembro, na Praça da Sé, com a participação de Dedé Santana. O palhaço e eterno trapalhão foi o homenageado oficial da terceira edição do encontro, em 2011, e irá fazer a abertura do evento ao lado do palhaço Baiaco, o homenageado da 10ª edição. “Dedé é um convidado muito especial para nós, até mesmo pela sua trajetória, já que ele nasceu no circo e tem uma história pessoal com o picadeiro”, diz Xisto.

Vindo de Niterói (RJ), o palhaço Baiaco também nasceu em uma família circense e aprendeu as artes da acrobacia, do trapézio, dos malabares, do equilibrismo e, claro, do riso, com o bisavô, o ensaiador Benedito Simões. O homenageado do ano subiu pela primeira vez no picadeiro aos 7 anos, como contorcionista e palhaço. Desde então, o artista Celso Magno Hofacker Rossatto trabalhou nos circos Cacique (Luís Rossato), Universo (Antonio de Souza), Charles Barry (Panamericano), Sarrasani (fundado na Alemanha e sediado em Buenos Aires), Beto Carrero, entre outros, além de ser dublê de acrobacias de Dedé e Renato Aragão e desde 1969.

“Gosto de fazer de tudo no circo, de perna de pau a escada giratória, mas minha grande especialidade é o arame bambo: os artistas estrangeiros de um circo que trabalhei ficaram impressionados comigo. Também recordo com muito carinho do quadro ‘Trapa Hotel’, em Os Trapalhões, onde interpretava um garçom atrapalhado. Ainda passa no canal Viva. Fiquei muito feliz e emocionado com essa homenagem, será minha terceira vez no Encontro, as outras duas fui acompanhando o Dedé”, relembra Baiaco.

Também já estão confirmados: os palhaços Atawalpa Coello (DF), Beto Chameguinho (SC), Biribinha (AL), Chacovachi (Argentina), François Bouille (França), Guga Morales (SP), Maku Jarrak (Argentina), Martin Martinez (Argentina), Mauro Bruzza (RS), Mauro Cosenza (Uruguai), Umberto Rosichetti (Itália) e Viralata (MG); bem como as companhias Circo Irmão Simões (MG), Circunstância (MG), Los Circo Los (SP), Lunática (MG), Namakaca (SP), Pé de Chinelo (SP), Sapato Velho (RJ) e Suno (PR); e os grupos Cabaré Gamarra (MG), Coletivo Nopok (RJ) e Trampulim (MG).

Os quatro dias de intensa programação vão incluir palcos nas praças da Sé e Gomes Freire (Jardim), na rua Frei Durão, Praça Minas Gerais, além de asilos, hospitais e distritos de Mariana. Bandas, cantores e DJs encerram a programação diária.

Uma das ações preparadas para os dez anos do Circovolante – Encontro Internacional de Palhaços será a ampliação do número de espaços, dispersando mais as atrações. “O público cresceu muito e queremos um melhor aproveitamento dos espetáculos. Vamos realizar mais atividades simultâneas, assim, as pessoas se dividem e conseguem ter uma experiência melhor”, adianta Xisto.

O Circovolante – 10º Encontro Internacional de Palhaços é realizado pelo Circovolante e Circo Para Todos, com apoio da Prefeitura de Mariana. Tem apoio cultural da Câmara de Vereadores e da Secretaria de Cultura de Mariana. Outros parceiros: Neaspoc-Ufop, Marianatur e Uniclown.

Nenhum comentário:

Postar um comentário