terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Exclusivo


Por:Ricardo Bello
Foto: Reprodução

Nossa entrevista desta semana é com Lu Barsoti, jornalista e apresentadora. A jovem Luciane Barsoti, que apresentou um dos programas de maior audiência da TV na época, o Programa Livre e depois ajudou a comandar o Fantasia, conversou com exclusividade com o Revista de Cultura. Ela nos fala sobre sua volta a TV, diploma de Jornalismo, ídolos e muito mais. Confira esse descontraído bate-papo:

Revista de Cultura - Lu, é verdade que você começou a carreira de apresentadora depois de participar de um programa no SBT e o Silvio Santos ter gostado do seu jeito de lidar diante das câmeras? Conte essa história.

Lu Barsoti - É isso mesmo. Participei do programa "Em Nome do Amor", em setembro de 1997, para prestar uma homenagem a Chitãozinho e Xororó. Durante a gravação, o Silvio gostou da minha desenvoltura diante das câmeras e me contratou. Vale lembrar que comecei minha carreira muito antes do SBT, na minha cidade natal Rio Claro, escrevendo para um jornal local, também participando de um programa de rádio e cobrindo enventos locais para uma TV da cidade.


Revista de Cultura - Você hoje em dia é Jornalista, o que achou da medida que não exige o diploma para exercer a profissão? É contra ou a favor disso? Por quê?

Lu Barsoti - Eu tentei falar sobre isso no meu programa na net Papo Direto ( risos). Na minha opinião hoje em dia tanto faz. Antes da profissão ser regulamentada e existir faculdade existiam grandes jornalistas, que só recebiam esse título porque escreviam bem, tinham ética e talento pra isso. O jornalista hoje com ou sem diploma não é valorizado e nem respeitado e o pior qualquer um que pague uma faculdade particular de quinta recebe o diploma e MTB. O último que sair apague a luz!

Revista de Cultura - Recentemente você fez uma transmissão ao vivo via internet onde conversou com fãs do seu trabalho. Pretende fazer isso mais vezes?

Lu Barsoti - A internet é um veículo de comunicaçao a ser explorado. Estou afastada da TV algum tempo e meus queridos fãs (olha que loucura!) cobram minha volta. Meu irmão que trabalha com comunicaçao e internet desenvolveu um site para ser minha emissora de TV. Meu programa PAPO DIRETO estreiou na terça e pretendo estar on line toda terça a partir da meia noite. Assim falo o que penso edivido com os inernautas minhas opiniões.

Revista de Cultura - Se fosse convidada para voltar a apresentar programa na TV, aceitaria? Que tipo de programa gostaria de comandar?

Lu Barsoti - Sou uma comunicadora, estudei muito pra isso. Silvio Santos investiu muito em mim como profissional e isso ninguém apaga. Estou fora da TV porque não me enquadro no padrão de hoje. Qualquer pessoa que está na mídia porque é gostosa ou ex qualquer coisa vira apresentadora. Um advogado não pode gravar um cd e dizer que é cantor sem ter talento e voz e um cantor não pode simplesmente dizer que é advogado sem estudar direito, mas qualquer um vira apresentador. Aí fica difícil voltar para TV sem teste do sofá e sem QI.

Revista de Cultura - E nas horas vagas, o que gosta de fazer?

Lu Barsoti - Eu respiro comunicação, fico ligada zapeando programas de TV, vivo na net, amo cinema e teatro.

Revista de Cultura - Na sua familia há outros artistas?

Lu Barsoti- No meu núcleo familiar apenas eu e meu irmão que engatinha como DJ. Mas temos parentes distantes como atriz Sandra Barsotti e o músico Du Barsoti.

Revista de Cultura - A pergunta que os leitores fazem: Por que você saiu do SBT?

Lu Barsoti - Eu não sai, sairam comigo. Por que? Isso é uma longa história. Mas o fato é que na época disseram as más linguas pro Silvio Santos que eu pedi para sair. Espero que um dia ele saiba a verdade.

Revista de Cultura - Você é jovem, bonita, já recebeu convite para fotografar em revistas masculinas? Aceitaria?

Lu Barsoti - São os seus olhos. Não me enquadro no padrão. E isso também não faz e nunca fez parte de minhas ambições profissionais.

Revista de Cultura- Já pensou em escrever um livro contando sua trajetória no meio artístico?

Lu Barsoti - Já me pediram isso. Nao sou escritora, cada um no seu quadrado né! (risos)

Revista de Cultura - Que tipo de música você gosta de ouvir no dia-a-dia?

Lu Barsoti - Qualquer uma nacional, mas ouço sempre MPB (das antigas).

Reviusta de Cultura - Muita gente acha que apareceu na televisão, ficou rico. Você chegou a ficar rica apresentando programa?

Lu Barsoti - (Risos) São poucos os casos de artistas que ficam ricos com TV. A maioria come chuchu e arrota peru.

Revista de Cultura - Você tem ídolos na TV? Quem são?

Lu Barsoti - Meus ídolos são Antonio Ermirio de Moraes (empresário) e Chitãozinho e Xororó. Quando você convive um tempo no meio artistico perde a ilusão de ídolo. Artista é gente como a gente, né? Só nao perdi isso com eles. Mas admiro como exemplos profissionais Oprah e Silvio Santos, comunicadores fenomenais.

Revista de Cultura - Os fãs querem saber: está casada, solteira, viúva, namorando?

Lu Barsoti - Casada.

Revista de Cultura - Recebeu ou recebe apoio de ex-colegas ou outros artistas para ajudá-la a voltar para o SBT ou outras emissoras?

Lu Barsoti - Recebi apoio de profissionais como produtores e diretores que trabalharam comigo.

Revista de Cultura - O espaço é seu. Mande uma mensagem para os nossos leitores...

Lu Barsoti - Em primeiro lugar muito obrigada por este espaço. Acompanho seu trabalho faz tempo e você merece crescer cada vez mais. Aos leitores deixo meu lema de vida "QUERER, PODER, CONSEGUIR" ou seja você pode conquistar tudo o que quizer não desista nunca e não permita que ninguém diga que você nao é capaz.

Assista o programa de Lu Barsoti, ao vivo, todas as terças-feiras no site www.lubarsoti.com.br a partir da meia-noite. Imperdível!

Um comentário:

  1. Precisamos de pessoas que se expressem, assim, sem medo!!! Arrasouuuu!!! Bjos! Sueli

    ResponderExcluir