quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Música Minas divulga lista de artistas contemplados pelo Edital de Circulação Internacional

Programa promove participação de artistas mineiros nas feiras Womex (Grécia) e Mercado Música Viva de VIC (Espanha)
 
 
O Programa Música Minas, programa de fomento à produção e divulgação da música mineira, realizado em parceria pela Secretaria de Estado de Cultura e a Sociedade Independente da Música – SIM, representante do Fórum da Música de Minas Gerais, divulga o resultado do Edital de Circulação Internacional, que selecionou artistas com residência comprovada em Minas Gerais para participação em duas das mais importantes Feiras Internacionais de música, Womex (Grécia) e Mercado da Música Viva de VIC (Espanha). Ao todo, foram realizadas 54 inscrições. Dessas, 47 vieram de Belo Horizonte, 5 de Juiz de Fora, 1 de Contagem e 1 de Uberlândia.
Das propostas inscritas, somente duas foram desclassificadas na análise documental. Uma por ter sido postada após a data de encerramento das inscrições e outra por não apresentar a mídia ótica, conforme estava determinado no Edital.
 
A curadoria do Edital de Circulação Internacional foi indicada por votação em plenária realizada na segunda Consulta Pública do Programa Música Minas de 2012, que aconteceu no dia 23 de maio, no Conservatório de Música da UFMG. Gerald Seligman foi o curador escolhido para selecionar os artistas para a WOMEX e para o Mercado de Música Viva de VIC. Ex-diretor da WOMEX e profissional da indústria musical com mais de 25 anos de experiência, tanto na grande indústria como no mercado independente, é também presidente da Caravan Arts Consultancy onde colabora como consultor para feiras, festivais, empresas, governos e organizações da sociedade civil em todo o mundo.
 
Gerald Seligman enfatizou que a escolha foi baseada em critérios como a natureza dos eventos, levando em conta o perfil das feiras, qualidade musical e equilíbrio. Este último refere-se à própria diversidade, com o objetivo de contemplar a variedade da música produzida em Minas Gerais. A seleção final foi realizada pela curadoria das feiras, a partir da filtragem feita por ele.
A participação nas duas Feiras Internacionais marca um importante momento para o Programa e para a produção musical do estado.
Lailah Gouvêa, Coordenadora do Edital de Circulação Internacional Música Minas, acredita que a parceria firmada abre portas para toda a cadeia produtiva da música mineira. “A seleção não é importante apenas para os artistas contemplados, mas para tudo que o Programa vêm realizando ao longo destes quatro anos, na busca pelo posicionamento da nossa música mercado nacional e internacional”, conclui.
 
Artistas contemplados para a Womex:
 
Graveola e o Lixo Polifônico
Dentro do promissor cenário de novas bandas mineiras, o Graveola e o lixo polifônico é hoje a mais próxima de se posicionar entre as grandes da cena musical contemporânea. O grupo conta com elogiosas críticas aos seus trabalhos anteriores e um número crescente de fiéis seguidores em Belo Horizonte, diversas cidades do interior e outros estados. Composto por músicos irreverentes e atrevidos, o Graveola produz uma colagem musical instigante. Eles representam e defendem a estética do plágio e fazem humor levado a sério ao misturar o sofisticado ao popular a ponto de torná-los indistinguíveis.
 
Makely Ka
Makely Ka é um dos principais compositores de sua geração, com mais de setenta canções registradas em CD por diversos intérpretes no Brasil e no exterior. Ao lado dos parceiros Kristoff Silva e Pablo Castro, lançou o CD “A Outra Cidade” em 2003, considerado pela crítica especializada como uma das dez melhores produções do ano. Ao lado da cantora Maísa Moura, uma das grandes intérpretes da nova geração de cantoras mineiras, gravou o CD “Danaide”, lançado em 2006. O primeiro trabalho solo veio em 2008 com “Autófago” e para o segundo semestre de 2012, prepara o lançamento de seu próximo trabalho, “Cavalo Motor”.
 
Thiago Delegado
Thiago Delegado é violonista, compositor e arranjador. Reconhecidamente um dos mais ativos e criativos músicos da cena contemporânea de Minas Gerais, se destaca também por sua dedicação, carisma e senso estético apurado. Segue a sofisticada tradição da música brasileira, mas sempre com os ouvidos atentos a tudo o que acontece pelo mundo, o que confere ao seu trabalho um som sem fronteiras.
 
 
Artistas contemplados – Mercado Música Viva de VIC
Kristof Silva
Natural de Belo Horizonte, é reconhecidamente um dos artistas mais versáteis de sua geração. Atua como violonista, cantor, compositor, professor de teoria musical e autor de trilhas para teatro e dança. Em 14 anos de profissão, já se apresentou ao lado de artistas como Caetano Velloso, Elza Soares, Zé Miguel Wisnik, do diretor teatral Zé Celso Martinez Correa, das cantoras Mônica Salmaso, Alda Rezende, Ná Ozzetti, Virgínia Rosa, além da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e do grupo UAKTI.
 
Rafael Martini
Compositor, arranjador, pianista e multi-instrumentista, Rafael Martini é formado no Bacharelado em Composição pela Escola de Música da UFMG, aonde obteve uma formação ampla abarcando os universos da música instrumental, popular, erudita de vanguarda e cursou as disciplinas de composição, orquestração, harmonia, contraponto, piano e história da música. Em 2007, ganhou o 1º lugar e o prêmio de melhor arranjo no 1º Festival Instrumental de Guarulhos (SP), concorrendo com grandes nomes como Pedro Amorim e Alexandre Gismonti, obtendo o elogio do júri formado por nomes como Maurício Carrilho, Naylor "Proveta" e Toninho Carrasqueira. Em 2004, foi premiado no IV Prêmio BDMG Instrumental, o maior prêmio do gênero em Minas Gerais e, em 2006, foi finalista do Prêmio Nacional IBEU de composição para Big Band (RJ). Integra o grupo de música instrumental "Ramo", onde alia seu trabalho ao de mais quatro jovens compositores. Atua no grupo qUEbRApEdRA, que desenvolve um trabalho autoral de pesquisa da canção. Faz parte da Misturada Orquestra, grupo formado por vinte jovens músicos coordenado por Mauro Rodrigues. É arranjador do mais recente trabalho em disco da cantora Titane e faz parte do grupo do cantor e compositor Kistoff Silva.
 
Sobre o Música Minas
 
Desde o seu lançamento, em 2009, o MÚSICA MINAS beneficiou cerca de 740 artistas, por meio de 173 propostas selecionadas pelos seus editais. A iniciativa levou artistas mineiros para importantes festivais, cursos e eventos em todo o mundo, além de ter realizado ações de representação em feiras internacionais de música como: WOMEX (Copenhague/Dinamarca), BAFIM (Buenos Aires/Argentina), CMJ Music Marathon (Nova York/EUA), CMW - Canadian Music Week (Toronto/Canadá), Mercado da Música Viva De Vic (Espanha), Culturgal - Feiras das Indústrias Culturais da Galícia (Pontevedra/Espanha), entre outras.
O programa Música Minas é realizado por meio da parceria firmada entre o poder público, representado pela Secretária de Estado de Cultura e a sociedade civil, na figura do Fórum da Música de Minas Gerais, que une entidades organizadas e representativas da música como a AAMUCE (Associação dos Amigos do Museu Clube da Esquina), COMUM (Cooperativa da Música de Minas), FEM (Fora do Eixo Minas), Grupo Cultural NUC, Rede Catitu, SIM (Sociedade Independente da Música) e VALE MAIS (Instituto Sociocultural do Jequitinhonha).
Acesse os editais e saiba mais sobre as oportunidades geradas pelo programa no www.musicaminas.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário