quarta-feira, 4 de abril de 2012

Area Q: Longa-metragem com Murilo Rosa e astro de Grey´s Anatomy estréia nos cinemas

Texto e fotos: Ricardo Bello


O mercado cinematográfico brasileiro cresceu consideravelmente nos últimos anos. Filmes nacionais fazem sucesso no Brasil e até no exterior. Ganham prêmios mundialmente famosos e isso, sem dúvida, tem trazido cada vez mais credibilidade ao nosso país.

Produtoras como a Estação Luz Filmes, responsável por grandes sucessos de bilheteria como "Chico Xavier" e "Bezerra de Menezes", contribuem e muito para esse crescimento do cinema nacional. A bola da vez agora é o longa-metragem "Area Q", uma co-produção Brasil/Estados Unidos, que estréia no dia 13 de Abril nos cinemas brasileiros. No elenco estão Murilo Rosa, Tânia Khalill e o norte-americano Isaiah Washington ( um dos astros da série de TV Grey´s Anatomy).

Murilo Rosa e o diretor Gerson Sanginitto (foto) estiveram em Belo Horizonte na última semana para participar da pré-estréia do filme e conversar com a imprensa mineira. Em uma sala de cinema do BH Shopping, após a exibição do longa para os jornalistas, a dupla falou sobre todo o processo de criação do projeto, desde a elaboração da história, que foi inspirada em depoimentos de moradores do interior do Ceará, até a escolha do elenco. Sanginitto, que também já atuou como ator no começo de sua carreira artística, contou que atuou com Rosa no teatro há alguns anos e na hora de escalar um protagonista para seu projeto não pensou em outro nome. Assim como escolheu Isaiah, artista que segundo o diretor, acompanha o trabalho há muito tempo e foi logo selecionado. Gerson disse ainda que quando idealizou a história pensou em um afro descendente para ser o artista principal.

O ator também ressaltou sua amizade com Sanginitto quando perguntado por um dos jornalistas sobre o valor do cachê recebido por este trabalho.

Ambos destacaram a mensagem de reflexão que o filme passa aos espectadores. "Area Q" faz um paralelo entre ficção científica, suspense e a temática do espiritualismo, abordando a possibilidade de haver "ÓVINIS", mas que também pode ser espíritos evoluídos tentando salvar o mundo. O filme deixa um"enigma" para o espectador refletir durante as diversas situações mostradas.


Murilo Rosa, que intepreta três pessoas com as mesmas características físicas , brincou que seus personagens confundem o público quando aparecem assim como aconteceu com Isaiah Washignton em uma das cenas.


Um show a parte fica por conta dos efeitos especiais, que enriquecem ainda mais a trama e não a deixam perder para os famosos filmes americanos. O longa chega as telonas nesta sexta-feira e tem tudo para ser um grande sucesso de bilheteria. Segundo o diretor, ele já foi exibido no exterior e elogiado pelo público.


Apesar da simplicidade de Sanginitto ao falar de sua obra cinematográfica, quem sabe não é desta vez que o Brasil consegue a tão sonhada vaga no Oscar?

Só o tempo dirá...e como diz Murilo Rosa no filme: "O tempo é só uma questão de percepção". Nos resta aguardar e ver os frutos de "Area Q" nos cinemas pelo mundo afora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário