sexta-feira, 19 de junho de 2009

TV investe em "improvisação"

Por Ricardo Bello

As emissoras de TV estão investindo na categoria de "improvisados". Está cada vez mais presente em programas de humor e de celebridades o estilo de repórter que dá um "jeitinho brasileiro" e, no improviso aparente, consegue entrar em eventos ou entrevistar famosos que não gostam muito de atender a imprensa por onde passam.

O Pânico na TV, por exemplo, tem o quadro do personagem " O Impostor", vivido por Daniel Zuckerman, que entra em festas, hotéis, shows, mostrando muitas vezes uma falha na segurança de alguns eventos e, ao mesmo tempo, mexendo com a adrenalina de quem está em casa assistindo. Mesmo de longe, a pessoa acaba vivendo a emoção de se aproximar do astro Sylvester Stallone em um hotel no Rio de Janeiro ou de fazer Galvão Bueno sorrir em um dia em que parecia estar muito sério.

A mania de improvisação para entrevistar famosos ganha destaque na mídia e está espalhada por todo o Brasil. Em Curitiba, por exemplo, um programa de TV agora aposta em dois jovens, que se apresentam como " Os Invasores". Eles seguem a linha de reportagem. Conseguem entrar em shows e hotéis com uma câmera pequena e registrar verdadeiros furos jornalísticos. Nos vídeos, que podem ser vistos na internet, eles mostram os apuros que viveram até chegarem perto dos artistas.

Em Belo Horizonte, dois humoristas que tem um programa na TV também fazem, no improviso, reportagens. A dupla entrevista gente importante que passa pelo Estado. Há pouco tempo entrevistaram até mesmo Gugu Liberato. O apresentador deu uma passadinha por Minas Gerais gravando um quadro de seu programa e acabou sendo abordado pela dupla.

Parece mesmo que esse tipo de matéria, onde o repórter corre, treme a imagem na tela enquanto foge de seguranças, pula muro ou viaja para seguir algum famoso no exterior, mexe mesmo com os telespectadores.

Quem não se lembra dos capítulos das " Sandálias da Humildade",no programa Pânico na TV? Vesgo e Silvio perseguiam, como diria Emílio Surita em sua narração, "Clódóvil Hérnandez" para fazê-lo calçar as sandálias a todo custo. Os episódios da aventura renderam altos índices de audiência para o programa e ainda hoje são vídeos bastante acessados no Youtube.

Agora resta esperar para saber quem vai ser o próximo artista que terá repórteres em terra, ar e no mar para tentarem uma entrevista ou entregarem presentes misterios.Tudo, claro, usando o jeitinho brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário