segunda-feira, 10 de julho de 2017

Letícia e Trio Macela Nova se apresentam em quatro cidades mineiras com a turnê “Sempre Viva Tour”




Quarteto musical realiza turnê pelo estado de Minas Gerais
 Foto: Rena Costa
Belo Horizonte, Mariana, Viçosa e Juiz de Fora estão entre as cidades que receberão os shows do projeto

O projeto musical Letícia e Trio Macela Nova realiza turnê em Minas Gerais entre os dias 13 de julho e 6 agosto. Ele apresenta canções da musicista e compositora mineira Letícia Coelho, que traz uma poética popular e provocativa nas composições produzidas ao longo de suas andanças pela música de rua, rural e urbana, junto à mestres da cultura tradicional. A capital mineira abre a agenda  da compositora e do trio nesta quinta-feira, dia 13, com uma apresentação no Suricato Bar, localizado na R. Souza Bastos, 175, bairro Floresta, com um couvert no valor de 10 reais. Já no domingo, o grupo sobe ao palco no Teatro de Bolso do Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro), com ingressos a 20 reais inteira, e 10 reais meia entrada.

Letícia Coelho que canta, toca rabeca, percussão e samples, se apresenta acompanhada pelo trio instrumental composto por Carol Miranda (bateria e percussão), Tom Cykman (guitarra) e Mateus Romero (baixo). O projeto começou em 2016, quando a cantora convidou o trio para acompanhá-la em uma apresentação no Festival Sonora, em Florianópolis, onde a compositora mineira reside atualmente.

“As composições surgem praticamente prontas, e costuro minhas propostas de arranjo com o Trio. Eles são meus tradutores dentro da linguagem de seus instrumentos, e é muito legal, porque eles absorvem minha linguagem musical e traduzem junto com suas linguagens para a minha música” destaca Letícia.

As composições trazem uma mistura de Brasil profundo e purpurina carnavalesca para a música autoral brasileira. "São músicas únicas porque misturam um pouco de tudo que eu já vivenciei. Venho de uma formação da música popular tradicional e agora, por uma questão de empoderamento, estou também estudando música na universidade. Tem canções que se aproximam do brega, outras que a rabeca e a guitarra soam juntas e outras que flertam com o rock. Elas são bem diferentes” explica a compositora.

Para Letícia, o não enquadramento das composições em um gênero específico revela sua busca artística por tirar a música de um lugar inatingível, e aproximá-la do nosso cotidiano e de outras musicalidades possíveis. “As músicas têm muito da cultura popular pelas sonoridades e linguagens musicais que uso e por poéticas que falam do agora mesmo que falando de um outro tempo, como acontece nos festejos de Congadas” enfatiza.

A turnê independente “Sempre Viva Tour” ainda passa por Mariana, no dia 20 de junho, no Sagrada. Em Viçosa, a apresentação acontece no dia 4 de agosto, no Teatro DAC, da UFV. A cidade de Juiz de Fora fecha turnê, no dia 6 de agosto, com show de Letícia e Trio Macela Nova, no Arteria.

Sobre Letícia Coelho

Compositora, percussionista, cantora, dançarina e rabequeira, Letícia tem formação na tradição popular. Nascida em Belo Horizonte, viveu teve contato com os Congados da Zona da Mata mineira desde a infância em Amparo da Serra, e foi nas rodas de samba e seresta de sua família que teve os primeiros aprendizados sobre música, aos quais dá continuidade na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Passou por diferentes estados brasileiros trilhando o seu caminho pela música como Bahia, Sergipe, Pernambuco e Santa Catarina.

Estudou com Mestre Antonio Boi (Congado, Airões, MG), Mestre Anastácio (Congado, São Miguel do Anta, MG), Mestre Antônio Bastião (Luthier tambores, Minas Novas, MG), Mestre Amaral (Tambor de Crioula, MA), Dona Zezé de Yemanjá (Caixeira do Divino, MA), Humberto Maracanã (Boi de Matraca, MA), Assis Calixto (Coco raízes de Arcoverde, PE), Mestre Walter (Maracatu Estrela Brilhante, PE), Mestre Luiz Paixão (Cavalo Marinho Boi Brasileiro, PE), Nelson da Rabeca (Marechal Deodoro, AL), Ana Maria Carvalho (São Luiz, MA), Bangaly Konate, Mariama Camara e Djanko Camara (Dança, percussão e tradição mandingue, Guiné Conacri). Realizou cursos de teoria musical, criação e improvisação com André Marques, Thomas Roher e Vinícius Dorin. Integrou o Conjunto de Sopros da Universidade Federal de Viçosa, sob regência de Rogério Moreira (MG) e o Grupo de Cultura Popular O Bloco (MG). Participou de projetos cênico musicais no Grupo Cultural Roda Viva (SC), Grupo Flores do Nilo (SC), Trinca de Três (SC) e Coletivo Peabiru Teatro (SC). Atuou como percussionista no espetáculo Beatriz (SC) e compôs trilhas para o espetáculo Brasilidades e Nuances da Ilha (SC).

 Foi vencedora do festival de Bandas da Nico Lopes 2008 (MG), terceiro lugar no festival da Canção de Viçosa 2009 (MG) com a banda Flor de Batuque e compôs o grupo de cantoras e compositoras do SONORA Floripa 2016 (SC). Integra o projeto de criação e improvisação de rua Duo Im Risco (SC), o projeto de canções tradicionais brasileiras fuá de Pareia (SC) e seu projeto autoral Letícia e Trio Macela Nova.

Sobre Trio Macela Nova

Carol Miranda(bateria e percussão)
Natural de Florianópolis, é Licenciada em Música pela UDESC. Desde 2008 atua profissionalmente como baterista e percussionista. Em 2011 fez o Retiro das Baquetas, na Argentina, com foco na composição para bateria, coordenado por Dámaso Cerruti e participou da Oficina de Música Universal com Itiberê Zwarg,  na UDESC. Participou das gravações dos CD’s “Sonora Parceria – Música Súbita”, “Karibu” e “feijão e Sonho” ambos com composições de François Muleka. Em 2012 participou de três turnês na América Latina, numa delas acompanhada pelo músico François Muleka, dividiu os palcos com Ana Paula da Silva, Trio Famíla, entre outros. Apresentou-se com o grupo Clã Instrumental no 7º Festival Jazz a la Calle, Mercedes, Uruguai (2013). Entre 2014 e 2016 morou em Salvador, onde estudou e tocou com Letieres Leite, Gabi Guedes, entre outros. No último ano participou do Ciclo Internacional de Compositoras em Florianópolis-SC.


Tom Cykman (guitarra, violão e bandolim)
Tom Cykman é guitarrista, compositor e professor do instrumento. Estudou guitarra com Ricardo Amorim e Marcelo Rosa. Realizou o curso de Harmonia com Carlos Lamarque e estudou as disciplinas universitárias de Teoria Musical, Harmonia e Estudos em Música Popular com Dr. Sérgio Ribeiro de Freitas; bandolim e choro na Escola Livre de Música de Florianópolis. Vencedor do Prêmio FCC de Melhor Composição 2012 (música "Falsos Anseios") e do 2º lugar no Concurso de Vinhetas Santo Ângelo. Foi 2º lugar no Prêmio FCC de Composição Colaborativa 2015 (música "Self"). Apresentou-se na Expomusic 2012. Em 2014 lançou seu primeiro método para guitarra, "Método de Expressão na Guitarra". Abriu o show da banda Raimundos; do renomado pianista Arthur Moreira Lima; dividiu palco com o guitarrista André Nieri, com a banda de Forró Fuá de Pareia, entre outros. Designado como "guitarrista prodígio" pelo site "Rifferama (Record SC)", foi o tema na seção "No Player" da 25ª Edição da Revista Guitar Load, com suas composições na trilha-sonora da revista. Em 2016, tocou bandolim na Orquestra de Choro do Campeche. Também segue sua carreira solo com composições instrumentais e eletroacústicas, como "Glicerídeos factuais", parte da trilha-sonora do filme TUBÉRCULOS.

Mateus Romero (baixo)
Fez sua primeira turnê em 2014 tocando nas ruas das capitais do sul do Brasil, Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba. Em 2015 gravou com a banda MASU, o disco "Universal Oceans". Em 2016 gravou DVD com Diego Raimundo na cidade de Curitiba, no mesmo ano gravou com Circo Quebra Copos. Já tocou ao lado de Guinha Ramires, Mauro Albert, François Muleka, Gilnei Silveira entre outros nomes da música catarinense e paranaense. Atualmente acompanha os trabalhos de Meliza e Piero, Wilson Souza, João Amado, Léo Vieira, Ricardo Ravel, Sergio Lamarca "Dibi Kini", Dandara Manoela, Leticia Coelho, Diego Raimundo, Abi Sophie e Old School Jazz


Letícia e Trio Macela Nova - “Sempre Viva Tour” – Belo Horizonte

Letícia e Trio Macela Nova - “Sempre Viva Tour” – Belo Horizonte

Suricato Bar
Quinta-feira, dia 13 de julho, às 19h
R. Souza Bastos, 175, bairro Floresta
Couvert 12 reais

Teatro de Bolso do Sesc Palladium
Domingo, dia 16 de julho,  , às 19h
Av. Augusto de Lima, 420, Centro

Ingressos:  20 reais (inteira)| 10 reais (meia entrada)

Ouça Letícia e Trio Macela Nova:
No Youtube:
Requentar Teu Coração: www.youtube.com/watch?v=6ERyLSSd7Ek


Nenhum comentário:

Postar um comentário