terça-feira, 2 de maio de 2017

Vagnér Santo Apresenta Canções com Foco nas Relações Pessoais no Show “Beijo na boca, não”

Artista apresenta repertório variado no show em BH
Foto: Lu Gontijo
Foi com base em relatos e na observação do comportamento humano nas relações pessoais cotidianas que Vagnér Santo buscou a inspiração para compor músicas que falam sobre romantismo, traição, encontros e desencontros. Essa temática fará parte do show de pré-lançamento do terceiro CD do cantor “Beijo na boca, não”, em fase de produção, no próximo dia 11, às 20h, no Conservatório de Música da UFMG (Avenida Afonso Pena, 1534, Belo Horizonte - MG). A entrada é gratuita.       

O repertório será composto por 15 músicas de diversos estilos musicais, como Mambo, Bolero, Bossa Nova e Jazz. A maioria das canções é autoral. Vagnér Santo, que também é poeta, interpretará também músicas dos parceiros como “A dama e os vagabundos”, de autoria dos jornalistas Valter Braga e Jorge Fernando dos Santos, além de uma canção do compositor e poeta rubinense Wesley Pioest e duas de Cadinho Faria (ex- integrante doGrupo Mambembe).

“O amor também tem seus direitos de amar. Cada um tem o seu jeito. Beijar na boca, eu não beijo não. Mas, do que íntimo é doação...” Esse trecho da música “Beijo na boca, não” mostra um pouco do universo de assuntos que serão abordados por meio das letras no show. “Trata-se de um trabalho contemporâneo que alerta, por meio das canções, que está havendo um distanciamento entre as pessoas que buscam relacionamentos. O amor não é mais o amor de antigamente. Há sexo, mas não há envolvimento, muito menos beijo na boca”, explica Santo.
   
O cantor subirá ao palco acompanhado pelos músicos Kiko Ianni (violão e guitarra), Eloy D’Paula (baixo), Pedrinho Moreira (bateria) e Leonardo Persoleo (percussão).    

Perfil – Poeta, compositor, cantor e Pós-doutor na área odontológica, Vagnér Santo nasceu na cidade de Rubim, no Vale do Jequitinhonha (MG). Mudou-se para Belo Horizonte em 1975, onde criou o grupo Seriguela e Pitanga, que interpretava músicas de raízes. Com o término da banda, em 1980, o músico iniciou carreira solo. Ganhou premiação em diversos festivais de música. Em 2006, lançou o primeiro CD “Do salgado e do doce”. Seis anos depois lançou a versão em inglês do mesmo álbum em Berkeley, na Califórnia (EUA). Em 2015, apresentou o novo trabalho, o álbum “De Palavras e Vinhos”, com direção musical assinada pelo musico americano Kai Eckhardt e gravado no Studio OTR, na Califórnia, nos Estados Unidos.
   
Vagnér Santo apresenta show gratuito “Beijo na boca, não”
Data: 11/05
Horário: 20h
Local: Auditório Conservatório UFMG (avenida Afonso Pena, 1534, Belo Horizonte - MG)
Ingressos: Entrada gratuita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário