terça-feira, 30 de setembro de 2014

O QUE O MORDOMO VIU, COM ARLETE SALLES E MIGUEL FALABELLA

Miguel e Arlete divertem o público em cena
Foto: Divulgação
Uma comédia de Joe Orton, com versão brasileira de Miguel Falabella e codireção de Cininha de Paula.
Espetáculo marca estreia de Miguel Falabella e Arlete Salles no teatro. Apresentações em Belo Horizonte ocorrerão de 10 a 12 de outubro, no Teatro Sesiminas.
Miguel Falabella e Arlete Salles celebram a primeira atuação juntos, no teatro, no espetáculo “O que o mordomo viu”, texto do inglês Joe Orton, escrito em 1967 e considerado o melhor trabalho concebido no período mais amadurecido do autor. Mesmo já tendo passado 47 anos, a obra se demonstra atual ao tratar de temas como sexualidade, poder, mentiras, traições e corrupção. O espetáculo ficará em cartaz de 10 a 12 de outubro (sexta-feira às 21h30, sábado às 19h e 21h30 e domingo às 19h), no Teatro Sesiminas. É apresentado pelo Vivo EnCena por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura/Ministério da Cultura.
“O que o mordomo viu” esteve em Belo Horizonte em março deste ano e retorna em tão curto prazo devido ao sucesso de público: mais de 4 mil pessoas conferiram três apresentações que tiveram ingressos esgotados com uma semana de antecedência. Com direção de Miguel Falabella e codireção de Cininha de Paula, a peça aborda com muito humor as atitudes sociais em relação à sexualidade, desejo e poder, a partir da sagacidade subversiva de Joe Orton, que foi considerado um dos dramaturgos mais criativos do século XX.
O espetáculo integra o projeto cultural Vivo EnCena, iniciativa da Vivo para as artes cênicas, que permite a circulação de espetáculos por cidades brasileiras, além workshops e debates que promovem maior acessibilidade, reflexão e intercâmbio.
HISTÓRIA
“O que o mordomo viu” nada mais é do que uma farsa. A trama gira em torno do psiquiatra Dr. Arnaldo (Miguel Falabella) e sua atraente secretária, Denise Barcca (Alessandra Verney). A peça começa com a secretária sendo examinada pelo doutor, durante uma entrevista de emprego. Como parte da entrevista, ele a convence a se despir. A situação vai se tornando mais intensa à medida que a entrevista avança até a entrada em cena da Sra. Mirta (Arlete Salles), esposa de Dr. Arnaldo. Neste momento, o Dr. tenta encobrir o que se passava e, sem tempo para pensar, esconde a secretária Denise atrás de uma cortina. A partir daí se desenrola um grande jogo de erros, pois sua esposa também está escondendo algo: a promessa do cargo de secretário a Nico (Magno Bandarz), por quem está sendo chantageada.

Aos poucos outros personagens vão surgindo, enriquecendo ainda mais a trama. Como se não bastasse a trapalhada instaurada, a clínica de Dr. Arnaldo passa por uma inspeção do governo liderado por Dr. Ranço (Marcello Picchi), revelando então o caos na clínica. Situação essa que Dr. Ranço usará para desenvolver um novo livro.
Sobre o Projeto Cultural Vivo EnCena
O Vivo EnCena é uma iniciativa da Vivo realizada há dez anos e está presente em 20 estados de todo o Brasil, realizando ações próprias e a curadoria do Teatro Vivo, situado na capital paulista. O proejto estimula o intercâmbio das artes cênicas com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do país e da sociedade.

FICHA TÉCNICA
Texto: Joe Orton
Versão Brasileira e Direção: Miguel Falabella
Co-Direção: Cininha de Paula
Elenco: Miguel Falabella, Arelte Salles, Marcelo Picchi,
Alessandra Verney, Ubiracy Paraná do Brasil, Magno Bandarz
Cenário: José Dias
Figurino: Sônia Soares
Designer de luz: Aurélio de Simoni
Trilha Sonora: Leandro Lapagesse

“O que o mordomo viu”, com Miguel Falabella e Arlete Salles
Data/Horário: 10 a 12 de outubro (sexta-feira às 21h30, sábado às 19h e 21h30 e domingo às 19h)
Local: Teatro Sesiminas
Ingressos: Setor 1 – R$ 130,00 (inteira) / R$ 65,00 (meia entrada)
Setor promocional: R$ 50,00 (preço único)
Vendas: bilheteria do teatro e ingresso.com
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Informações: (31) 3889 2003
Clientes Vivo Valoriza, na compra de uma inteira, ganhe outro ingresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário