quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Samba na Savassi

Foto:Divulgação

Rua Antônio de Alburque será o palco para Dudu Nicácio, Zé da Guiomar, Elza Soares e a Bateria da Portela no projeto Sambatarde BH

O dia em que Ary Barroso visitou a Bahia pela primeira vez, depois do sucesso de “Baixa do Sapateiro” se tornou o dia do ritmo que define e identifica a nação. Dia dois de dezembro é o dia do Samba. Para comemorar esta data Artbhz Produtora de Espetáculos com o apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e projeto Skol Facul realizará uma grande festa na Savassi (Rua Antônio de Albuquerque entre as ruas Alagoas e Sergipe) no dia 2 de dezembro (domingo) a partir das 15 horas. O “Sambatarde BH” tem entrada franca, mas pede-se a doação de um quilo de alimentos não perecíveis (exceto sal e fubá) que será doado para a Associação Beneficente Força do Bem.

Para relaxar, para suar, para beber (com parcimônia), para deixar o sofrer passar. É para isso que o samba existe. Oriundo do lundo e dos ritos religiosos dos escravos, o semba, ou samba, nasceu das umbigadas na casa de Tia Ciata e ganhou o mundo com “Pelo Telefone”, primeira samba gravado na história por Donga. Em Belo Horizonte o samba é muito apreciado, a cidade tem hoje alguns dos mais importantes e talentosos sambistas do Brasil.

O “Sambatarde BH” reunirá nomes importantes do samba nacional e mineiro em grande esquema de barraquinhas, palco, sonorização, conforto e segurança para quem não é ruim da cabeça nem doente do pé.

Elza Soares - dona de uma voz potente e singular a cantora inovou o cenário da MPB ao injetar tons de jazz no samba. Seu timbre eternizou canções como “Se acaso Você Chegasse” (Lupicínio Rodrigues); “Mulata Assanhada” (Ataufo Alves); “Saltei de Banda” (Zé Rodrix/Luiz C. Sá); “Salve a Mocidade” e “Malandro” (Jorge Aragão) entre outros.

Zé da Guiomar – Considerada uma das mais requisitadas bandas de BH, o Zé da Guiomar, que iniciou sua trajetória em 2000, tem como repertório o melhor do nosso samba com inserções na bossa nova. Seu último trabalho é o álbum Samba Feiticeiro, que mistura o acarajé com o pão de queijo e apresentando músicas inéditas de compositores bahianos além de algumas releituras criativas. Formado por Márcio Souza (vocal e violão), Valdênio (cavaquinho), Renato Carvalho (sax), Totove Ladeira (percussão), Analu (percussão) e Marcelinho do Vale (percussão). Foi um dos principais responsáveis pelo fortalecimento e renovação do samba na capital mineira.

Dudu Nicácio - compositor, agitador cultural e advogado. Autor dos CDs “Leopoldina e Dudu Nicácio” (2005) e “Dois do Samba” (2008). É o idealizador e produtor de projetos como: “Samba do Compositor” (que visa à valorização de sambistas mineiros); “Dois do Samba” (projeto autoral, desenvolvido em parceria com o carioca Rodrigo Braga); “Do Morro ao Asfalto” (circuito de rodas de samba nos aglomerados de BH); “Samba da Madrugada” (que une cultura e boemia às madrugadas da capital mineira); “Choro Livre” (festival de chorinho realizado nos mercados populares de BH); e “Mostra da Nova Música Instrumental Mineira”, realizado pela primeira vez em outubro de 2010 nos parques de BH;

Bateria da Portela – Falar da bateria da Portela é lembrar de grandes mestres que escreveram a história do samba. Comandada pelo Mestre Nilo Sérgio, a bateria apresentará enredos clássicos e o samba que a azul e branco defenderá em 2013, uma homenagem aos 400 do bairro que abriga a agremiação, Madureira... Onde o meu coração se deixou levar..., que a escola apresentará na Sapucaí. Composta por 12 ritmistas, a bateria contará ainda com a participação de componentes da ala das passistas O interprete que estará no comando será Emerson Matos uma das mais promissoras vozes do carnaval carioca. Escola do coração de João e Diogo Nogueira, Paulinho da Viola, Monarco, Tereza Cristina,e Clara Nunes, sua bateria promete agitar o publico com releituras de grandes nomes da musica brasileira, como Jorge Ben Jor, Lulu Santos, Tim Maia, Seu Jorge, levando o clima da quadra para todas as suas apresentações. Campeã absoluta, a Portela possui com 21 títulos e em 2013, a agremiação completa 90 anos.

DIA NACIONAL DO SAMBA NA SAVASSI – “Sambatarde BH”
Dia 2 de dezembro – Domingo –15 horas
Rua Antônio de Albuquerque, entre as ruas Alagoas e Sergipe
Entrada Franca
Pede-se doação de um quilo de alimento não perecível.
Classificação: livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário