sábado, 8 de outubro de 2011

Jon Anderson, a Voz do Yes, Fará Show no Brasil


Foto: Divulgação


Jon Anderson é uma das vozes mais marcantes do rock progressivo e responsável por sucessos como Close to the Edge, Awaken, I´ve Seen All Good People, Roundabout e Owner Of A Lonely Heart. À Frente do Yes, Anderson vendeu mais de 50 milhões de álbuns ao redor do mundo e se consolidou como um dos ícones do rock progressivo dos anos 60 e início dos 70.


Com realização da TIME FOR FUN e Casa da Música, o show JON ANDERSON – A Voz do Yes acontece no Citibank Hall (SP) dia 13 de dezembro. Clientes Credicard, Citibank e Diners contam com pré-venda exclusiva entre os dias 10 e 16 de outubro. O Público em geral pode adquirir ingressos a partir de 17 de outubro. Mais informações sobre valores de ingresso serão divulgadas em breve.


Esse é o show para os fãs de Jon Anderson e, principalmente, do Yes. Com uma proposta intimista, Anderson subirá ao palco sozinho e soltará sua voz inconfundível. Sempre se revezando entre o teclado e o violão, ele tocará músicas do Yes e de sua carreira solo em versões que visam envolver o público em uma atmosfera encantadora e de paz.


Com mais de 40 anos de carreira entre o Yes e seus outros projetos, Anderson gravou mais de 30 discos e fez parcerias com o músico grego Vangelis (entre os trabalhos mais expressivos estão a música tema do filme Carruagens de Fogo e a trilha sonora de Blade Runner), Mike Oldfield (músico inglês que vendeu mais de 18 milhões de cópias com o disco Tubular Bells) e até com o cantor brasileiro Milton Nascimento, em músicas como Amor Real e Estrelada.

Para mais informações sobre Jon Anderson, acesse: www.jonanderson.com e www.facebook.com/thejonanderson


Sobre Jon Anderson

A voz inconfundível e força criativa da banda Yes. Anderson é o autor e maior influência criativa da série de sucessos produzida pelo Yes. É a principal cabeça atrás das peças Close to the Edge, Awaken e, especialmente, The Gates of Delirium. Além disso, Anderson é co-autor dos maiores hits do grupo, como I´ve Seen All Good People, Roundabout, e Owner Of A Lonely Heart. Jon nasceu em Accrington, na Inglaterra, e seu nome de batismo é John Roy Anderson. Seus pais, Albert e Kathleen Anderson, vem de uma família irlandesa.


Início de carreira

Em 1962, Anderson formou uma banda chamada The Warriors, onde ele e seu irmão Tony dividiam a função de vocalista. Ele saiu da banda em 1967 e lançou dois discos solo sob o pseudônimo de Hans Christian Anderson em 1968. Além disso, cantou brevemente nas bandas The Gun e The Open Mind.

Em março de 1968, Anderson conhece o baixista Chris Squire e se juntou a ele no grupo chamado Mabel Greer´s Toyshop, que também contou com o guitarrista Peter Banks. Anderson tomou a liderança dessa banda, mas acabou saindo antes que o verão acabasse. Ele afirma que seu tempo na banda consistiu em “muitas drogas, não suficientes para diversão”.


No Yes
Anderson, Squire e Banks formaram o Yes, junto com o baterista Bill Bruford e o tecladista Tony Kaye. O álbum de estréia foi lançado em 1969. Jon ficou no grupo até 1980, período conhecido pela época clássica do Yes. Ele foi o líder do grupo e força criativa na época e ficou conhecido como Napoleão, por sua estatura baixa e espírito de liderança. Seu papel na concepção e criação de peças complexas como Close to the Edge, Awaken e, especiamente, The Gates of Delirium foi fundamental, apesar de sua habilidade instrumental limitada.


Ele voltou ao Yes, reformulado, em 1983, que produziu o álbum comercial mais bem-sucedido do grupo, 90125, com o novato Trevor Rabin. Porém, saiu novamente em 1988, quando o grupo resolveu continuar seguindo a linha pop e comercial que havia adotado. Em 1989, Anderson e outros ex-integrantes do Yes formaram o grupo Anderson, Bruford, Wakeman e Howe (ABWH), juntamente com o baixista Tony Levin (que havia tocado com Bruford no King Crimson).


Após o grande sucesso do primeiro álbum de ABWH, uma série de acordos de negócios levou a banda a se reunir com os integrantes do Yes na época, que estavam longe do público procurando por um novo integrante. O resultado foi uma banda com oito membros, sob o nome Yes e o álbum Union (1991).


Uma grande turnê se seguiu, mas a banda nunca gravou um álbum inteiro junta, antes da separação em 1992. Muitas outras mudanças aconteceram, mas Anderson está com a banda desde então. Ele está presente em todos os álbuns do Yes, menos no Drama (1980).


Estilos vocal e lírico

É errado pensar e dizer que Jon Anderson cante em falsete. Sua voz, seja falando ou cantando, é normalmente acima de um tenor. Em 2008, ele deu uma entrevista ao Pittsburgh Post-Gazette e disse: “Eu sou tenor alto e consigo atingir algumas notas altas, mas nunca conseguiria cantar em falsete, então eu vou e as atinjo agudas mesmo”. Ele também é conhecido por cantar em seu sotaque original de Lancaster.


Anderson também é responsável pela maioria das letras com temas místicos lançadas pelo Yes. Esses elementos são cruciais para o som clássico do Yes, mas também alienaram ocasionalmente alguns membros do grupo, contribuindo para a saída deles (Brudford e Wakeman, por exemplo). As letras são muito influenciadas por livros lidos por Anderson, de Tolstoy à Hermann Hesse. Uma nota de rodapé na autobiografia de Paramahansa Yogananda inspirou um álbum duplo inteiro, Tales from Topographic Oceans (1973).


Em 1970, Anderson apareceu como um convidado especial no álbum de King Crimson de Lizard, na faixa "Prince Rupert Awakes". O tom estava fora da expectativa do grupo do então vocalista, Gordon Haskell.


Em setembro de 1975 Anderson apareceu no álbum do Vaneglim, “Heaven and Hell”.


Em 1979, Anderson compôs uma trilha para o ballet Ursprung, que era parte de um grupo de 3 danças coletivas, intitulado Underground Rumours que foi encomendada e executada pelo Ballet Escocês. Royston Maldoom era o coreografo, o figurinista era Graham Bowers, e o iluminador era David Hersey. Os principais dançarinos eram Andrea Durant e Paul Russell.


No início de 1980, quando Anderson e Wakeman deixaram Yes, Anderson começou a gravar novamente com Vangelis e no Verão de 1980 Jon & Vangelis tinham lançado Short Stories, seguido do trabalho solo do Jon, Song of Seven, e uma turnê europeia com The New Life Band.


Em 1981, Anderson apareceu no álbum conceitual 1984, de Wakeman.


Em 1983, Anderson apareceu no In High Places, de Mike Oldfield, do album Crises, assim como na música chamada Shine. Em 1983, Anderson apareceu também com Bela Fleck e os Flecktones.

Em 1984, Anderson participou da música Cage Of Freedom, trilha sonora do 1984, do relançamento do filme mudo Metropolis, de Fritz Lang.


Em 1985, a canção de Anderson "This Time it Was Really Right" foi destaque na trilha sonora para o filme St. Elmo’s Fire. Ele também cantou "Silver Train" e "Christie" na trilha sonora do filme Scream For Help. Junto com Tangerine Dream Anderson participou da canção "Loved By The Sun", pro filme dirigido por Ridley Scott.


Pós Yes

Em 1986 - Biggles Filmes: Adventures in Time apresenta uma canção cantada por Anderson.

Em 1987, Anderson cantou em Moonlight Desires,no álbum Great Dirty, de Gowan.

Em 1988, Anderson cantou em Stop Loving You, do álbum The Seventh One, de Toto.

Em 1992, Anderson apareceu no álbum Dream, de Kitaro, com letras e vocais de três canções: Lady of Dreams, Island of Life e Agreement.

Em 1993, Anderson apareceu na canção Along The Amazon, que ele co-escreveu para o álbum do guitarrista Charlie Bisharat.

Em 1994, de Anderson cantou no Nível 7 do jogo de videogame infantil Tuneland.

Em 1999, Anderson apareceu na canção The Only Thing I Need representado por 4Him, que foi gravada para um álbum de vários grupos, chamado Streams.

Em 2004, Anderson apareceu com a Orquestra da Juventude Contemporânea de Cleveland. O concerto foi gravado, mas liberado somente para os membros da orquestra.

Em 2006, Anderson apareceu com a Orquestra Trans-Siberian (East Coast Troupe) na Filadélfia, Pensilvânia, para tocar "Roundabout".

Em 2007, Anderson contribuiu com vocais para um grupo de rock progressivo chamado Glass Hammer; e apareceu como parte de um grupo de vocal, na faixa Repentance do Dream Theater, no álbum Systematic Chaos.

Em 2007, Anderson fez uma turnê tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra com a escola de Rock, Paul Green.

Em 2008, Anderson apareceu na música Sadness of Flowing, que ele co-escreveu para o álbum de Peter Machajdik’s, Namah. Anderson fez contribuições similares para a remasterização do álbum de Tommy Zyonchek, ZKG.

Uma das paixões de Anderson é a pintura, e ele usa essa arte como um outro canal de sua criatividade e expressão. Seu trabalho artístico está disponível em seu site oficial.

Ao longo de 2009 e 2010, Jon Anderson fez turnê nos Estados Unidos e Europa, tanto solo quanto com seu ex-companheiro da Banda YES, Rick Wakeman.

Anderson e Wakeman lançaram o álbum The Living Tree, em 2010, pela Voiceprint Records.

Na primavera de 2011, Anderson visitou o nordeste dos Estados Unidos com lotação do público – a tour foi um sucesso, com mais datas sendo marcadas para o Verão. 14 de junho de 2011 marcou o lançamento oficial do novo álbum de Jon Anderson Survival & Other Stories, pela Voiceprint Records.


JON ANDERSON – A VOZ DO YES

Realização: TIME FOR FUN

Local: Citibank Hall / SP - Av. Jamaris, 213 – Moema

Site: www.t4f.com.br

Telefones para informações: 4003-6464

Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232

Única apresentação: 13 de dezembro de 2011

Horário do show: 21h30

Duração do show: aproximadamente 1h30

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 e 13 a nos a comp a nh a dos dos p a is ou responsáveis e a p a rtir de 14 a nos des a comp a nh a dos.
Capacidade: 1.456 pessoas

Meio de Pagamento Preferencial: Credicard

Abertura da casa: 1h30 antes do espetáculo

Co-Patrocínio: Credicard / Samsung / Budweiser

Seguradora Oficial: Allianz

Estacionamento: terceirizado: R$ 30,00 (com manobrista)

Acesso para deficientes

Ar condicionado

PREÇOS DE INGRESSOS

“Configuração Mesas”

NORMAL

½ ENTRADA

NOS CAMAROTES

R$ 310,00

R$155,00

NAS MESAS VIP

R$ 310,00

R$155,00

NAS MESAS SETOR I

R$ 270,00

R$135,00

NAS MESAS SETOR II

R$ 240,00

R$120,00

NAS MESAS SETOR III

R$ 210,00

R$105,00

- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet ou telefone).

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.

- Clientes do cartão de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, no qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br

- Pré-venda Credicard, Citibank e Diners: entre 10 e 16 de outubro de 2011

- Vendas ao público em geral: A partir de 17 de outubro de 2011

- Vendas limitadas a 08 ingressos por pessoa

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Citibank Hall: de 2ª a sábado, das 12h às 20h; domingos e feriados, das 14h às 20h – Av. Jamaris, 213 - Moema;

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Pontos de venda no link:

premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) - 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)

Formas de Pagamento:

Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

Nenhum comentário:

Postar um comentário