sexta-feira, 23 de julho de 2010

Cine Sesi Cultural promove sessões gratuitas de cinema em Desterro do Melo

O CINE SESI CULTURAL estará nos dias 30, 31 de julho e 01 de agosto, na cidade mineira de Desterro de Melo. O projeto realiza apresentações gratuitas de seis filmes na Praça da Matriz, a partir das 19 horas.

Sexta – Dia 30/07: “Os Filmes Que não Fiz” e “Se Eu Fosse Você 2”

Sábado – Dia 31/07: “Vida Maria” e “Pequenas Histórias”

Domingo – Dia 01/08: “Até O Sol Raiar” e “A Era do Gelo 3”

Esta é a nona edição do CINE SESI CULTURAL que, somente em Minas Gerais, em 2010, esteve nas cidades de Carlos Chagas, Belo Oriente, Nova Era, Jaboticatubas e Gouveia.

Patrocinado pelo SESI e idealizado pela publicitária Lina Rosa Vieira, o Cine Sesi Cultural circula desde 2002, levando cinema a lugares que não possuem salas de projeção em funcionamento. Durante todas as edições, cerca de 2,8 milhões de pessoas de mais de 400 cidades participaram das exibições. Em 2009, o Cine Sesi aportou em mais de 80 cidades dos estados de Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Norte e Minas Gerais.

Nesta edição, os primeiros estados a serem visitados serão Paraíba, Alagoas e Minas Gerais. A partir do dia 16 de junho, a caravana aporta em 10 cidades mineiras, 14 alagoanas e 14 paraibanas. A previsão é que o projeto chegue em Pernambuco na segunda quinzena de agosto, contemplando 14 municípios. As projeções ocorrem sempre a partir das 19 horas na sexta, sábado e domingo, ao ar-livre - em área cedida ao SESI, em acordo com a prefeitura local, podendo ser em uma praça ou local de conhecimento do público, respeitando as exigências físicas e técnicas dos equipamentos.

Durante os três dias de exibição em cada cidade serão apresentados um curta e um longa metragem para a população presente. Na sexta-feira, o público confere Os Filmes que eu não fiz e Se eu fosse você 2, no sábado o curta Vida Maria e o longa Pequenas Histórias e no domingo o curta Até o Sol Raiar e o longa A Era do Gelo 3.

Os filmes são apresentados em tela alto alvura de 12 x 5 metros com um projetor de 35 mm. O som possui três vias de dois mil watts e projetor Hi-Light Xenon de dois mil watts, além de cinemascope, o que permite boa visualização e audição a uma distância de até 25 metros. Tudo isso garante o elevado padrão de qualidade técnica e de conteúdo das projeções.

PROGRAMAÇÃO

OS FILMES QUE NÃO FIZ - Curta metragem

Nos moldes dos documentários em que diretores de cinema famosos falam de seus filmes, com o respaldo de comentários de grandes atores hollywoodianos sobre seu talento e genialidade, "Os Filmes que não fiz" mostra de forma divertida e cínica a filmografia de um realizador completamente desconhecido que tem muitos projetos e roteiros, mas não tem nenhum filme produzido. É um dos curtas mineiros mais premiados: Melhor Curta - Júri Popular no Brazilian Film Festival of Toronto 2008; Melhor Curta 35mm no Cine PE 2008 Melhor Direção de Arte no Cine PE 2008; Melhor Direção de Arte no Curta Canoa 2008; Melhor Curta-metragem Brasileiro - Júri popular no Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte 2008; 10 Melhores Curtas Brasileiros do Público no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008; Menção Honrosa ABD&C - SP no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008; Prêmio aquisição Canal Brasil no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008; Prêmio Espaço Unibanco no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2008; Melhor Direção de Arte no Mostra Londrina de Cinema 2008 Melhor Curta - Júri Popular no Primeiro Plano - Festival de Cinema de Juiz de Fora 2008; Melhor Montagem no Primeiro Plano - Festival de Cinema de Juiz de Fora 2008 Melhor Roteiro no Primeiro Plano - Festival de Cinema de Juiz de Fora 2008 Melhor Trilha Sonora no Primeiro Plano - Festival de Cinema de Juiz de Fora 2008.

Dá pra assistir aqui: http://www.portacurtas.com.br/Filme.asp?Cod=8707

SE EU FOSSE VOCÊ 2 - Longa


Grande sucesso do cinema nacional, graças a competente direção de Daniel Filho e da dupla de atores/protagonistas Gloria Pires e Tony Ramos. O casal Cláudio e Helena Maria, interpretado por Tony Ramos e Glória Pires, volta a viver uma troca de papéis. Depois de alguns anos da primeira troca, os conflitos constantes voltam a prejudicar a relação e o casal resolve se separar. Para tornar a situação ainda mais complicada, eles descobrem que a filha, Bia, agora com 18 anos, está grávida e vai se casar.

Quando decidem formalizar a separação, o destino intervém na situação e, pela segunda vez, trocam de corpo. Familiarizados com a situação, decidem sumir durante quatro dias - tempo que durou o fenômeno da última vez. Porém, a tentativa não dá certo. Quando chega o quarto dia, eles continuam com as personalidades trocadas. Então, Cláudio e Helena entram em desespero e começam a buscar o motivo que não favoreceu a destroca. Tentam repetir algo que resolveu a outra ocasião, e fazem sexo - o que também não funciona, e acaba engravidando Helena (ainda com a mente de Cláudio).

Contrariados, os pais precisam continuar juntos, um no corpo do outro, para poderem organizar a festa de casamento da filha e, assim, viverem várias confusões com o genro, os ricos sogros e os amigos dos noivos. http://www.seeufossevoce.com.br/

VIDA MARIA - Curta

"Vida Maria" é um belíssimo curta de pouco mais de oito minutos, que fez maior sucesso no Festival de Cinema de Pernambuco (Arte Cine PE). A animação, produzida quase que inteiramente por Márcio Ramos, conta de forma concisa e com toques de humor a contradição entre os desejos pessoais e a realidade que se impõe a qualquer pessoa. Narra a história de Maria, durante seu trabalho no sitivo onde vive. Vai dos cinco aos 45 anos e passa todo o seu estilo de viver para sua filha Lurdes.

Dá pra assistir aqui: http://www.portacurtas.com.br/Filme.asp?Cod=4910

PEQUENAS HISTÓRIAS - Longa

Na varanda de uma fazenda, uma senhora conta quatro histórias protagonizadas por personagens do imaginário popular brasileiro - principalmente da cultura mineira. Do mineiro Helvécio Ratton, com um elenco de primeira grandeza, como Marieta Severo, Patrícia Pillar, Maurício Tizumba. Ganhou o Premio de Melhor Filme Infantil de 3009 pela Academia Brasileira de Cinema.

Resenha: http://www.cranik.com/filme_pequenas_historias.html

ATÉ O SOL RAIAR - Curta

No filme, personagens criados por um artesão em barro ganham vida própria e agitam uma vila sertaneja numa noite de festa. Animado em 3D, o curta une a tradição do artesanato em barro com o cangaço, numa referência a dois ícones da cultura nordestina. Prêmios recebidos: AnimaMundi 2007 RJ - Melhor Primeira Obra; AnimaMundi 2007 SP - Melhor Curta Metragem Brasileiro; AnimaMundi 2007 SP - Melhor Primeira Obra; Cine PE 2008 -

Prêmio Especial do Júri Oficial; 31º Festival Guarnicê de Cinema - Prêmio de Melhor Roteiro; 1º Festival de Cinema de Triunfo - Melhor Direção de Arte - Júri Oficial; 1º Festival de Cinema de Triunfo - Melhor Curta-Metragem Nacional - Júri Popular; 3º Animaserra - Prêmio Vencedor Absoluto.

http://www.fantochestudio.com/ateosolraia/premios.html

A ERA DO GELO 3 - Longa

Em A ERA DO GELO 3, Scrat continua tentando agarrar a noz fujona e nesse processo talvez encontre o verdadeiro amor; Manny e Ellie esperam o nascimento de seu mini-mamute; a preguiça Sid forma sua própria família adotiva seqüestrando alguns ovos de dinossauro; e Diego, o tigre dentes-de-sabre, se pergunta se não está ficando “mole” demais devido à convivência com seus amigos. Em uma missão para resgatar o azarado Sid, a turma se aventura em uma nova era, onde a fauna e a flora são diferentes. Neste local, dão de cara com dinossauros, lutam contra plantas carnívoras de fúria assassina – e conhecem uma incansável doninha de um olho só, caçadora de dinossauros, chamada Buck. Carlos Saldanha, o brasileiro que co-dirigiu o primeiro filme desta série, dirigiu o segundo e volta a comandar o terceiro. http://www.aeradogelo3.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário