terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Exclusivo

Por: Ricardo Bello
Foto: Arquivo pessoal

Conversamos com o músico mineiro Bauxita. O líder do grupo Código B, que tem feito shows por todo o Brasil, deu uma pausa na agenda para deixar seu recado aos leitores do Revista de Cultura. Ele nos fala sobre fãs, vontade de ser jogador de futebol, novos projetos e muito mais. Veja:

Revista de Cultura - Bauxita, se você não fosse músico que profissão acha que seguiria?

Bauxita- Bom, tentaria ser jogador de futebol (risos) , mas acredito que nao daria certo,sou um perna de pau!

Revista de Cultura - Recentemente o Código B abriu o show do Living Colour em Belo Horizonte. Foi legal a experiência de tocar com a banda? Conversou com eles nos bastidores?

Bauxita-Veja bem,não foi o Código B que abriu o show,fui só eu com alguns amigos. Quanto ao show,foi demais. Troquei ideias com todos da banda ,eles são super atenciosos e gente fina!

Revista de Cultura - Que tipo de música você gosta de ouvir no dia-a-dia

Bauxita - Escuto de tudo. Gosto de blues,black music e mpb tbm,e claro,o bom e velho rock´n roll.

Revista de Cultura - Você é um dos artistas mineiros que mora em Belo Horizonte. Gosta de viver aqui, ja pensou em mudar ou mesmo fazendo sucesso pelo país gostaria de continuar na cidade?

Bauxita - Amo BH,nasci e vivo aqui por opção mesmo,qualidade de vida em cidade grande. Acho que so Curitiba é igual.Mesmo com todo o sucesso do mundo não troco BH por nenhuma cidade!

Revista de Cultura - Já chegou a tocar em shows de alguns ídolos seus?Bauxita - Já sim. Fiz a abertura do show do Ray Charles e foi maravilhoso!

Você gosta de futebol, defende seu time em programas de TV. Recentemente estava na TV Alterosa e há alguns anos no programa Play Off, do canal 23. Já pensou em participar dos trabalhos do time de alguma maneira?

Bauxita - Hoje nao faço mais programas de esporte,mas fiz e adoro falar de futebol,além é claro de jogar. Estou sempre atento as noticias de futebol e sempre vou ao campo,mas prefiro continuar com a musica apenas,nesse momento.

Revista de Cultura - Na sua família há outros artistas? Recebeu apoio quando decidiu enveredar pela carreira artística?

Bauxita - Meu pai cantou uma época ,quando veio do interior e foi aí que eu aprendi a gostar de musica.Tieve e tenho total apoio ,tanto do meu pai quanto da minha mãe que a maior tiete que eu tenho!

Revista de Cultura - Já aconteceu alguma situação engraçada com você em shows ou programas de TV, que vc lembre e possa contar aqui?

Bauxita - Várias situações engraçadas. Recentemente eu ainda estava na TV e fui fazer um show em uma cidade e como é de praxe,recebemos todos os fãs no camarim após o show e teve um individuo que estava um pouco alcolizado e veio fazer brincadeirinhas de mal gosto em relação a times de futebol. Tivemos muito trabalho para tirá-lo de la.Hoje levo meu amigo e segurança Tyson. Isso inibe qualquer má intenção.

Revista de Cultura - Com agenda lotada, programas de TV, sobra tempo para navegar na internet? Tem orkut, twitter? Você mesmo responde as mensagens dos fãs ?

Bauxita- Sempre sobra. Adoro a internet,é uma arma para o músico e eu não sou diferente. Gosto muito.Navego sempre que posso e tenho varios perfis de orkut,tenho meu myspace,site e blogs e também e sempre que posso respondo a todos.

Revista de Cultura - O Código B tem fãs clubes e comunidades em sites de relacionamento. Como lida com essa questão do assédio, gente querendo tirar foto, autógrafo? É tranquilo?

Bauxita - Sim, sim,sempre foi. É claro que existe aquele ou aquela fã mais exagerado (a) ,mas sempre procuro ser atencioso e respeito a todos que curtem o meu trabalho.

Revista de Cultura - É verdade que está se apresentando com a banda Omeriah? Fale sobre isso.

Bauxita - Tenho feito alguns shows com essa rapaziada que já são meus amigos há um bom tempo e admiro a todos da banda. Como o Código esta mais focado em São Paulo ,então mato a minha vontade de cantar outras coisas e outros estilos com eles.Está sendo muito bom e estamos toda quarta e quinta la no Demodeé, que fica na Avenida Prudente de Morais, 167. Estão todos convidados!

Revista de Cultura - O espaço é seu. Mande uma mensagem para os nossos leitores:

Bauxita - Quero agradecer a todos da revista pelo carinho e me colocar a disposição de vocês pra qualquer coisa e te agradecer também pela força ao meu trabalho em geral! Paz, saúde e muita musica boa pra todos!

4 comentários:

  1. Oi Ricardo adorei a entrevista como sempre você faz boas escolhas em relação aos musicos, um abraço

    ResponderExcluir
  2. Ricardo...adoro todas as entrevistas que vc faz! Desejo a vc, muito sucesso, vc é merecedor !!! Bjao

    ResponderExcluir
  3. Ricardo...adoro todas as entrevistas!!! Te desejo todo sucesso, vc merece! bjao

    ResponderExcluir
  4. Valeu,Ricardo!!!Muito obrigado pela entrevista,adorei e conte sempre comigo!!!Abraço!!!Bauxita

    ResponderExcluir